sábado, novembro 01, 2008

Halloween em Holambra


Final da tarde de ontem, estava jogando bola com minha filha no gramado quando dois garotos surgiram no portão gritando "gostosuras ou travessuras". Nas mãos uma caixa de ovos. Nem lembrava que era dia de Halloween, essa festa não é do meu tempo. Vampiros, bruxas e monstros faziam parte das filmes B da Sessão Coruja mas nada tinham a ver com fantasias e muito menos com doces.

Quando morava em Santos só sabia que era Halloween quando os adolescentes da escola em frente de casa se vestiam de preto e dançavam música tecno num volume ensurdecedor até as 22 horas. Mas ninguém tocava a campainha pedindo doces.

Ontem expliquei aos garotos que não estava preparado mas que no ano que vem seriam bem vindos. Fiz minha cara de coitado que, se não é boa, pelo menos me livrou dos ovos. Como quem tem crianças em casa sempre tem doces fui procurar nos armários e achei balas o suficiente para os visitantes que se seguiram. Grupos de fadas, bruxas e outros indefiníveis se revezaram no portão até as 9 da noite. As crianças adoram dividir seus doces com os outros. 

Na próxima preciso estar mais preparado. Não quero virar recheio de omelete.

2 comentários:

Codinome Beija-Flor disse...

Aqui mesmo nessa cidade grande corrida e maluca sempre é lembrado.
Filhotinha adora desde pequena, todo ano se vestia de bruxinha e saia pelo antigo condominio e voltava com a sacolinha lotada de doces.
Esse ano foi diferente, agora é é uma mocinha foi pra "baladinha" de Halloween.
Ontem quando arrumava os detalhes da fantasia, a pintura do rosto, me dei conta que a minha menina cresceu, agora uma mocinha, não há como segurar o tempo (meu tempo passando o dela chegando), fui levar e fui buscar.
Uma sensação de que essa será minha nova jornada (levar e buscar) em festinhas.
Já me dá uma saudade de quando ela era pequenininha.
Aproveit... porque passa rápido demais.
Abraços

Emília disse...

Aqui na Madeira o Halloween anda criando raízes, devagarinho, copiado dos anglo-saxonicos, mas até que é bem engraçado ver a miudagem, e os crescidos também, vestidos de bruxas e outros terrores afins e se divertindo.Os meus dois netos brincaram bastante na festinha que a mãe lhes preparou para a ocasião, não fossem eles dois bruxinhos deliciosos! ;D